quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Nomes comuns / nomes próprios

(Na sala de aula)

Aproveitei alguns nomes de pessoas conhecidos e que são também nomes de entidades comuns conhecidas das crianças para exemplificar a regra de que todos os nomes próprios começam por letra maiúscula.

rosa versus Rosa
pereira versus Pereira
carvalho versus Carvalho
videira versus Videira
oliveira versus Oliveira

Ia perguntando o que era cada uma das entidades com letra minúscula. Sabiam tudo (os que sabiam, há sempre umas crianças que não se manifestam e nos deixam na dúvida)!

Quando chegámos à oliveira, houve um pouco mais de variedade...

Eu: O que é uma oliveira?
"Todos": É uma árvore.
Eu: Que dá o quê?
Uma aluna: Olívias!
Outra aluna, ao mesmo tempo do que a primeira: Oliv... Não, não, azeitonas!
Eu: É isso, azeitonas!
Um aluno: Ó professora, as azeitonas dão azeite?
Eu: Sim.
O aluno: Eu pensava que era ao contrário! [que do azeite vinham as azeitonas]

2 comentários:

  1. É engraçado, Mimi, como no campo os ignorantes somos nós! Quando vim viver para o campo, os meus alunos falavam de imensas coisas que eu ignorava por completo. Ensinar-lhes que as oliveiras dão azeitonas teria sido... uma anedota! Eles é que me ensinaram a mim... quase! Bjs Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou uma ignorante assumida relativamente à Natureza - mesmo perante os meus alunos. Alguns deles, pela experiência que têm (familiares com quintas) sabem nitidamente mais do que eu sobre muitas coisas. Eu nunca assumo o papel de saber tudo. No entanto, relativamente a outros alunos, que só têm vivências de cidade (como eu) e que, não esqueçamos têm oito anos, o básico dos básicos que eu sei parece uma sabedoria imensa... como este post ilustra! :-)

      No teu caso, e por aquilo que já escreveste, não podias ter escrito o comentário sem o "quase" no fim! :-))

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!