quinta-feira, 23 de julho de 2015

Pedido de desculpas público (continuação do post sobre a ida ao dentista)

Sem saber, pensando que era verdade, pelo que vi com os meus olhos e ouvi a pediatra dizer, andei a difamar a Varinha.

A Varinha não tem QUATRO CÁRIES. A Varinha NÃO TEM NENHUMA cárie!

Pois é, aquilo que toda a gente que viu pensava serem cáries - inclusive a pediatra, que disse: "Há muito tempo não via uma cárie deste tamanho numa criança desta idade!", não são cáries. São uma malformação, ou outra palavra do género, do esmalte dos dentes, que é muito esponjoso, deixando passar tudo. São dentes que, por isso, são mais suscetíveis de apresentarem sensibilidade (a Varinha já "acusou" um bocadinho) e de ficarem com cáries, realmente, mas, até ao momento, nada do que ela apresenta nos dentes é cárie.

Exma. filha Varinha Bruxa Gata (nome completo), aqui fica o meu pedido de desculpas público. Andei a acusar-te de lavares tão mal os dentes que tinhas quatro cáries, espalhei isso pela blogosfera, e noutros circuitos comunicativos e, afinal, não é nada disso... Desculpa.

Voltando à consulta, a dentista teve de anestesiar a Varinha para lhe tirar os dois incisivos de baixo, para arranjar espaço para o definitivo que já está meio de fora. Depois guardou os dentes num baú verde e entregou-mo.

A parte melhor da ida ao dentista, para a Varinha, foi o facto de ter comido um gelado logo a seguir, por causa da anestesia/dor/impressão.

A melhor parte, para mim, foi o comportamento exemplar da Vassoura, o comportamento quase exemplar do Feitiço e o comportamento (pós-choro inicial) da Varinha. (resposta politicamente maternalmente correta)

A melhor parte, para mim, foi a caixa de gelado de menta* e a caixa de cornetos de chocolate que aproveitei para comprar quando comprei o gelado para a Varinha. (resposta honesta**)

*Só provei um bocadinho há bocado*** e não é, nem de longe, nem de perto, tão bom como o gelado de menta da Carte d'Or - apesar de ter comprado da Olá, e a Carte d'Or pertencer - acho - à Olá.

**Honesta, mas porque eles realmente se portaram bem. Se se tivessem portado todos mal, eu aceitaria não comer gelados durante algum tempo (olhem que para mim é difícil muito difícil não comer gelado nesta altura do ano!) em troca do bom comportamento!

***Foi mesmo só um bocadinho, uma colherzinha que tirei do prato do Rogério para provar, porque estou a tentar só "atacar" o gelado depois de concluir o relatório da formação que fiz ao longo do ano e que já se arrasta há alguns meses... 

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Isso é quase o que eu disse à dentista: "Isso é uma boa notícia!", ao que ela respondeu que não era, era uma má notícia, se fosse só uma cárie, tratava e o assunto ficava arrumado, assim, vai ser mais complicado... Mas a Varinha ficou ilibada da "culpa".

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!