quinta-feira, 23 de julho de 2015

Anne of Green Gables

Depois de ver num blogue referência à minha querida Anne, resolvi comprar a coleção. Fui ao site que a Raquel recomendou e fiz a encomenda (cujo link está a seguir), mas 40 cêntimos mais barata, ou seja, ficou-me a 39,62€. :-)

http://www.bookdepository.com/Complete-Anne-Green-Gables-Montgomery/9780553609417

Anteontem chegaram! Li umas páginas do primeiro livro, mas tive de interromper a leitura. Só a poderei recomeçar durante as férias. Controla-te, Mimi!

7 comentários:

  1. Pensei que era só eu a adorar os livros da Anne of Green Gables!!! Eu considerava-a a minha "alma gémea" quando tinha quinze anos... A Anne acompanhou-me toda a vida! A Clarinha e o Francisco também já leram o primeiro livro, em português e em inglês, e adoraram. Dizem que ela realmente é parecida comigo, pelo menos em mau feitio e imaginação :) Boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que aquele pequeno resumo de vídeo da história da Anne me desapontou... Porque a história é muito mais do que o romance com o Gilbert! Aliás, o principal nem é bem isso, pelo menos no primeiro volume - o mais bonito. Os outros também não me marcaram como o primeiro. Bem, eu tenho um problema com livros e filmes - depois de ler o livro, o filme desilude-me sempre! É o que faz ter muita imaginação :) Bj

      Eliminar
    2. Querida Teresa,

      Há um mundo de gente a adorar os livros da Anne of Green Gables! Só na minha família somos pelo menos três. :-)

      Relativamente ao vídeo, se vires bem, ele não está apresentado como sendo a história da Anne, mas apenas como a "mais linda história de amor" (não questiones esta classificação, como eu imagino que te venha logo à cabeça outro Amor maior - tu percebes a que se referem!). Na minha opinião, faz um bom apanhado dessa história de amor.

      Por último, relativamente à imaginação, também tenho muita, o que às vezes é ótimo e às vezes é a minha "desgraça"...

      Eliminar
    3. Uau! Então somos almas gémeas :) Acreditas que eu nunca conheci ninguém que conhecesse a Anne, durante a minha adolescência e juventude, senão através de mim? Depois de casada, claro, através dos filmes e desenhos animados, muitos conhecem, mas eu refiro-me ao livro, velhinho, que tive de mandar encapar por estar totalmente destruído de tanto uso:) Boas leituras!

      Eliminar
    4. Almas gémeas, claro que sim! :-) Acredito perfeitamente - se não tivesse sido a minha irmã Margarida (nomes explicados em http://alheiaatudooutalveznao.blogspot.pt/2015/07/a-minha-mana-mais-nova.html) a apresentar-me a "Ana e a sua aldeia" (nome dado inicialmente à tradução do primeiro livro da coleção, que a minha irmã tinha, e que foi o único que eu li em português - e o único que eu li em inglês, também! Só conheço o resto da história pelos filmes.), quando eu era bastante miúda, talvez com uns 11 ou 12 anos, eu duvido que conhecesse a Anne.

      Por outro lado, houve desenhos animados da "Ana dos cabelos ruivos" quando eu não era assim tão crescida (não sei que idade tinha). Talvez algumas pessoas tenham lido os livros nessa altura, não sei. Mas os maiores fãs estão, acho eu, no Canadá...

      Eliminar
    5. Anne e a sua Aldeia!!! E aquela imagem da Anne, na capa, acompanhou-me na minha imaginação e por isso, quando vi a Anne dos filmes, tive dificuldade em relacioná-las. Claro que depois adorei a série! Mas até ser estudante universitária e poder comprar a coleção inteira na Irlanda, só conhecia também Anne e a sua Aldeia. E esse livro marcou-me completamente. "A curva na estrada" tem-me acompanhado toda a vida, ao ponto de, quando escolhi a casa onde agora vivo, eu ter reparado na curva na estrada... Acho que até já escrevi um post sobre isso :) Bjs e bom domingo! Por cá, aguardo a chegada do Francisco!

      Eliminar
    6. Agora fiquei com muita pena de não sermos vizinhas... que belas conversas sobre a Anne poderíamos ter (entre outras, claro!)

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!