domingo, 15 de março de 2015

Saudades de estar grávida

[Nota prévia: este post é um desabafo entre mulheres. Não recomendo a sua leitura a elementos do sexo masculino. O Rogério não precisa do aviso porque já ouviu o desabafo em primeira mão, querendo ou não...]

...

...

Se é homem já devia ter parado de ler...

...

...

...

...

Último aviso aos homens: este post vai tornar-se demasiado gráfico. Vai haver sangue, mas não vai haver armas nem guerras. Fujam enquanto podem!

...

Corajosos, doidos ou cuscos?

...

...

Hoje, em especial, estou com muuuuuitaaaaaas saudades de estar grávida. Porquê? Porque estou com o período e este está a ser particularmente agressivo para as minhas calças e pernas.

Durante anos, muitos anos, usei tampões e pensos higiénicos em simultâneo, nos dias de maior fluxo e só tampões nos últimos dias (entre o primeiro e o último - até não ter mesmo vestígios nenhuns - passavam normalmente 10 dias (dez dias, leram bem).

Como tinha bastantes dores (nada, quando comparado com ficar de cama como a minha querida irmã mais velha) nos dois primeiros dias - às vezes só no primeiro -, quando descobri uma boa marca de pensos higiénicos (a Evax, passe a publicidade) passei a usar só pensos e não me arrependi - até hoje.

Que durante as primeiras três noites da menstruação tenha que acordar e ir à casa de banho, sob pena de sujar de sangue o pijama e o lençol - o que várias vezes acontece durante a passagem da posição horizontal para a vertical, ainda vá que não vá. Uma pessoa habitua-se. É chato, mas não é desesperante.

Agora, que durante o dia, em pé, com um penso limpo (da marca referida, daqueles de absorção máxima: "6 gotas, com abas") o sangue saia e se desvie para a direita, só para poder deslizar pela perna abaixo, servindo de "cola" entre a perna e a perna das calças, duas vezes, no mesmo dia (que nem sequer é o primeiro do período, mas o segundo)... é demais! Estou farta!!!

Como ficar grávida é algo atualmente muito apetecível, mas não depende só de mim, acho que vou comprar tampões (já agora, também digo a marca que sempre usei: OB, sem aplicador - nunca me adaptarei a tampões com aplicador, por muito que pessoas como Filhote Pato defendam a "superioridade" dos tampões com aplicador - tipo Tampax)...

5 comentários:

  1. Desta vez... não concordo contigo!!! Tavas um bocadinho mal habituada... ;-)
    Se há coisa que me arrependo é dos anos (imensos) que andei a achar que os tampões sem aplicador (OB) eram muito melhores que os outros (Tampax) sem nunca os ter experimentado... Que ERRO!!!! Os tampões com aplicador é das melhores coisas que já se inventaram!
    Ao menos, alguma vez experimentaste?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Duas vezes! Da primeira, há muitos anos (quando usava tampões) acabei por colocar manualmente o Tampax, que, não tendo sido feito para pôr com o dedo não foi fácil colocar, mas só assim consegui colocá-lo - é óbvio que não tinha OB à mão, senão teria era posto o Tampax no lixo!
      A segunda vez foi há quase dois anos, quando a minha amiga Filhote Pato me deixou um para eu voltar a experimentar. Desta vez foi mesmo parar ao lixo!
      Pode ser que venha a experimentar a terceira vez, mas só oferecido, porque não vou gastar dinheiro numa caixa para irem parar ao lixo - pensando bem, posso sempre oferecer à Filhote!

      Eliminar
    2. Em teoria, concordo que não ter de tocar na zona "minada" é uma boa ideia, mas a minha experiência com tampões com aplicador dificilmente poderia ter sido pior.

      Eliminar
  2. Tenho uma amiga que é exatamente como tu... o que eu já a tentei convencer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu e ela somos como os "irredutíveis gauleses"! :-)

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!