quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Primeiro dia de escola do Feitiço

Hoje fomos os quatro levar o Feitiço à escola. Ao chegarmos à sala dele, a educadora estava a falar com uns pais e quando a seguir nos cumprimentou, nós dissemos-lhe que o Feitiço já tinha entrado: estava a brincar com uns carros, ao pé de outro menino. Entregámos o que nos tinha sido pedido, fomos à sala onde eles dormem a sesta pôr os lençóis e as mudas de roupa, e fomos para o recreio, onde entretanto já estavam as outras crianças e alguns pais. O Feitiço pôs-se logo a brincar, uma vez que já se sente muito "em casa" naquele recreio, nada preocupado em estar ao pé de mim. No entanto, quando lhe dissemos que íamos embora, começou a chorar (talvez influenciado por outra criança que estava a chorar ao colo da educadora). Despedimo-nos e saímos. Custou-me um bocadinho (não tenho coração de pedra!), mas eu calculava que fosse choro de curta duração. Soube à tarde que o meu palpite estava certo.

À tarde, para além de saber que o choro acabara assim que desaparecêramos de vista, soube que ele tinha almoçado muitíssimo bem, e sem demoras (deu gosto ouvir, especialmente quando das manas mais velhas costumava ouvir o contrário).

Querem saber como correu em relação à sesta? O Feitiço não molhou a cama, mas também não acordou seco... Como foi que ele fez isto? Muito simples: não dormindo!

Enquanto vínhamos para casa (meia hora a pé), o Feitiço disse-me que tinha fome e sono, o que não me admirou, claro. Chegados a casa, deixei-o brincar um bocado, dei-lhe banho e o jantar. Quando estava quase a terminar a sobremesa, chegaram o Rogério, a Vassoura e a Varinha (elas passaram o dia no trabalho do pai). Viu um bocadinho de televisão enquanto as manas tomavam banho e a seguir foi para a cama. Eram 19:30h. Pobrezinho, estava K.O.!

6 comentários:

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!