quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Nariz na porta ou "Who's the Boss?"

Hoje, como tinha pensado, saí da escola no intervalo do almoço para ir à igreja rezar um pouco antes da reunião. Como não consegui sair logo que tocou (é quase sempre difícil fazê-lo, para mim), pensei que só teria tempo de rezar de fugida, como na segunda-feira. Olhando para o céu, que ameaçava chuva (e eu não tinha chapéu), pensei que se apanhasse chuva, a consideraria uma benção do Céu (assim seria mais fácil lidar com a chuva, se surgisse).

Enganei-me em relação ao tempo para rezar de fugida.

Desta vez, pelos vistos, saí ainda mais tarde, pois quando cheguei à igreja já estava fechada (embora eu tenha pensado, ao chegar, que tinham fechado uns minutos mais cedo, ao olhar para o relógio do telemóvel vi que já eram 13:01 horas).

Fiquei um bocado desiludida, confesso, mas decidi aproveitar para ler o boletim paroquial que está afixado na vitrine. Estava neste processo quando se aproximou um carro [a porta fica mesmo a dar para a rua, que é de pouco movimento] e parou ao pé de mim. Era o prior que o conduzia. Perguntou-me "se precisava de alguma coisa do prior". Respondi de uma forma atrapalhada que vinha falar com o "Boss". Sim, perceberam bem, queria referir-me a Jesus e saíu-me "Boss". Podia ter dito "Chefe" que a vergonha seria a mesma... O prior insistiu se não havia nada que pudesse fazer. Eu respondi que se rezasse por mim ajudaria. Ele disse que sim (depois de me ter ouvido chamar "Boss" a Jesus, deve ter pensado que eu bem precisava!) e seguiu o seu caminho. Eu continuei a ler o boletim.

Algumas citações do Papa Francisco depois, regressei à escola. Adivinham o que aconteceu no caminho?

Sim, choveu. Uma chuva miudinha, daquelas que abençoa casamentos... e professoras nervosas com reuniões. :-)

8 comentários:

  1. Conheces a história da Bakhita, Mimi? A escrava que se tornou santa? Até ao fim da vida, nunca conseguiu chamar a Deus outro nome senão Patrão! O Bom Patrão, como ela dizia... Uma história magnífica!
    E já agora, por falar em oração: ainda hoje, nas intenções do terço, o David (hoje foi o David, mas é sempre um deles) lembrou aquela intenção, sabes...
    E agora ao trabalho! Hoje tinha prometido a mim própria que não havia tempo para blogues :)
    Bjs T

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, Teresa! E obrigada, David! :-)

      Eliminar
  2. Ai Mimi, na volta o nosso "Boss" acha que podes rezar em qualquer lado!!!!
    Continua a insistir, e na próxima se te perguntarem se precisas de alguma coisa, o melhor é dizer que precisas da porta da igreja aberta!

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho certeza que posso rezar em qualquer lado, mas queria habituar-me a visitar mais Jesus na sua casa!
      Quanto à tua sugestão, acho-a excelente! :-)

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Sim, obrigada! (ver post intitulado "Obrigada")

      Eliminar
    2. Tenho que mudar de método!
      Ler do mais recente para o mais antigo não dá bom resultado :-)

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!