domingo, 1 de fevereiro de 2015

Feitiço despertador

Hoje acordei com um ataque de tosse do Rogério - pelo menos é a primeira coisa de que me lembro. Rezámos, ele levantou-se e eu virei-me para o lado para tentar dormir mais um pouco. Ainda não eram oito horas.

Naquilo que me pareceram apenas uns dez ou quinze minutos depois, o Feitiço entrou no meu quarto, quase aos gritos.

Feitiço: Mamã, já é dia muito dia, tens de te levantar para conseguires ir à Missa!
Eu: Vai ver os números e perguntar as horas.

Feitiço sai. Noutra ponta da casa, faz o que lhe pedi.

Feitiço: Papá, que horas são?
Rogério deve ter respondido, mas não ouvi a resposta.

Feitiço regressa ao meu quarto.

Feitiço: São quase nove horas.
Eu [admirada por descobrir que os 15 minutos afinal eram 60]: Então tenho mesmo de me levantar. Obrigada por me vires acordar.
Feitiço: De nada.

Tomei o pequeno-almoço, verificando que já o resto da família já tinha comido o seu. While you were I was sleeping*, ocorre-me acrescentar.

Saltando para o fim da história: conseguimos ir todos à Missa das dez horas. Obrigada, Feitiço!

*While You Were Sleeping - um dos meus filmes preferidos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!