terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Já agora

e a propósito disto, peço a vossa ilustre opinião sobre um pormenor: o Feitiço decorou o quarto dele com um sino que "fez" com material reciclado (quando tinha quase um ano e andava na creche!). Ele gostava de continuar com o sino no quarto, pendurado na porta do roupeiro, ou seja, exatamente onde está.

Tirando o facto de não ser muito usual ter sinos nos quartos, acham que é muito mau deixar o sino como ele quer?

Parte de mim acha que não faz mesmo mal nenhum - não perturba ninguém e se por acaso se estragar não se perde nenhuma preciosidade.

Parte de mim acha que deixar o sino no quarto é mau precisamente porque o Feitiço o quer lá, porque tem a modos que a mania que manda. Ou melhor, ele está sempre a tentar mandar, mas alguma casa devemos estar a fazer bem*, porque ele depois sai-se com estas:

"Tu nunca me deixas fazer nada!", "É sempre como tu queres!", ...

*Não é sempre tudo como eu ou o Rogério queremos, mas para mim é bom sinal que os nossos filhos pensem que sim. Significa que eles sabem quem manda e é altamente recomendado que sejamos mesmo nós - e não eles. Pobres crianças que decidem tudo (porque elas existem)!...

8 comentários:

  1. Cá para mim, que não sou nenhuma expert da psicologia o mais importante é perceber se o sino incomoda alguém, caso não incomode é ir deixando ficar, um dia ele próprio de vai cansar dele... eu no quarto delas tento ser mais permissiva, afinal é o cantinho delas... deve ser confortável nem que para isso tenha que "levar" com um poster das princesas na porta do roupeiro (detesto coisas nas portas, aliás nunca tive nem na adolescência)... é uma negociação... o sino fica mas fica num sítio onde não incomode (exemplo na porta do teu - Mimi- quarto).
    Contudo faz o que achares melhor, sabes como é os psicólogos têm uma opinião, os pedo-psiquiatras têm outra...e as mães têm outra!
    Olívia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo teu comentário, Olívia. Acho que o sino vai ficar... :-)

      Eliminar
  2. IMNSHO a autoridade deve ser reservada para as coisas importantes. Ter como decoração no quarto um sino feito por ele próprio e de que obviamente se orgulha não lhe fará qualquer mal, antes pelo contrário, é um incentivo à criatividade e mostra que os pais também se orgulham do que ele consegue fazer. Um dia olha para ele, acha-o infantil e deita-o fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei a primeira sigla (não conhecia, mas deduzi, a partir da IMHO: "In my not so humble opinion", certo?). De resto, acho que tens razão. TBS (the bell stays)! :-)

      Eliminar
    2. VCG (very clever girl)! :)

      Eliminar
    3. Já parecem aquelas miúdas dos filmes americanos... ah ah ah
      Olívia

      Eliminar
    4. Bem observado, Olívia! ;-)

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!