quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

A mensagem que eu deveria escrever

“Caros pais,

Desculpem a minha mania de achar que toda a matéria trabalhada pode sair no teste e não só alguma, antecipadamente partilhada convosco.

Desculpem esta outra mania de achar que ser responsável não é estudar uma matéria específica para os testes (para a esquecer a seguir), mas sim estar com atenção nas aulas e estudar um pouco todos os dias.

Estava aqui a pensar que se calhar a forma mais simples de resolver esta questão seria enviar-vos um exemplar dos testes para melhor prepararem os vossos filhos. Eu até ficaria a ganhar porque teria muito menos trabalho a corrigir os testes…”

Esta era a mensagem que eu deveria escrever, mas falta-me coragem. Caíam-me muitos (não todos - alguns iriam dar-me os parabéns) em cima...

11 comentários:

  1. Muito boa :) AMLL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É boa, é, e foi muito mais fácil escrevê-la do que a que acabei de escrever e enviar... :-(

      Eliminar
  2. Respostas
    1. O meu coração também votava, mas a razão disse-me para escrever outras coisas... Ganhou a razão. :-(

      Eliminar
  3. Se calhar os professores do primeiro ciclo dos meus filhos acham-me desleixada... Não consigo preocupar-me assim com a matéria dos testes, e confesso que geralmente não sei que eles vão ter teste... Tanta obsessão no primeiro ciclo! Desculpa-me, mas acho que é de quem não tem mais que fazer... Estudar sim, saber a matéria sim, ter gosto em aprender sim, sempre. Estar preocupado com testes quando se tem sete, oito, nove anos? NÃO! Bjs Teresa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto tudo para te dizer que deve ser muito difícil estar na tua posição :) É tão frustrante ensinar crianças que vivem obcecadas (ou os seus pais) com o momento de avaliação, em vez de disfrutarem da aprendizagem contínua! Quando acabamos de explicar uma coisa linda, todos entusiasmados, e vemos um dedo no ar, achamos que vão fazer um comentário pertinente, e vem logo a pergunta: "Sai para o teste?" Arrrrrr!

      Eliminar
    2. Já calculava que entendesses a minha posição! :-) Beijinhos

      Eliminar
  4. A sério que escreves aos pais sobre testes?
    Por aqui a coisa é mais simples, a professora cola no caderno de casa um papelinho com uma tabela onde temos as datas e os tópicos da matéria dada. Funciona.
    Eu olho para as datas, mas normalmente nem ligo, não é importante pois vou acompanhando diariamente as dificuldades da Maria... e não, ninguém me vai ouvir dizer "olha que vais ter teste (aqui chama-se ficha) concentra-te, não te esqueças do que estudaste..." temos o 5º ano para começar a organizar essas coisas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, eu acho que nem sequer se devia dizer as datas dos testes! No caso dos alunos mais velhos, se calhar faz sentido, porque têm muitas disciplinas com muitos professores diferentes, mas no 1º ciclo não deveríamos dizer... Acho eu.

      Eliminar
  5. Testes de surpresa, só com verbos ou estrofes dos Lusíadas. Não me fizeram mal, bem antes pelo contrário. Se os alunos temem um teste de surpresa é porque não sabem a matéria. Se os pais concordam com eles é porque eles próprios sempre foram cábulas.

    As crianças (algumas) são demasiado mimadas e os pais (alguns) completamente idiotas.

    ResponderEliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!