domingo, 9 de março de 2014

Disclaimer: Eu não escrevi isto na Notícias Magazine!

Graças a um comentário anónimo ao post  anterior, fiquei a saber que houve alguém que usou o meu nome, associado ao blogue, para fazer um comentário a uma notícia sobre "mummy blogs" na Notícias Magazine. O comentário que lá aparece é o seguinte:

"O meu blogue é do mais infantil que há (é uma galinhice pegada, para dizer a verdade), mas pelo menos não tenho contratos de publicidade nem ando a vender a minha vida privada, que É O QUE ESTAS TODAS FAZEM!

Quem me segue ou visita de vez em quando já me conhece um pouco... e quem me conhece de verdade sabe que não é o meu género, mesmo! Aliás, se eu quisesse* escrever um comentário negativo acerca de blogues que têm publicidade, não começaria por dizer mal do meu próprio blogue, escrevendo que era "infantil" ou "uma galinhice pegada", garanto! Independentemente de ter ou não as características apontadas...

A parte pior é pensar que qualquer pessoa pode andar para aí a maldizer, servindo-se da minha identidade. Tanto quanto sei, não o pode fazer com credibilidade em blogues, pois não aparecerá com o link associado ao nome, embora possa escrever anonimamente, assinar "Bruxa Mimi" e incluir o link do blogue (no fundo, o que fez a pessoa ao comentar o artigo). Mas em tudo o que funcionar da mesma forma que a Notícias Magazine, pode! E essa ideia é muito desagradável (e até um bocadinho assustadora).

*Em relação a este tema, não tenho nada, NADA mesmo, contra blogues que tenham contratos de publicidade ou lá o que seja. É que não ligo a isso. Ponto. Se, num blogue que sigo fielmente, ou num blogue que visito ocasionalmente, aparece publicidade nos lados, isso não me aquece nem me arrefece. Se aparece publicidade no meio de um concurso, giveaway, ou algo do género, simplesmente passo ao post seguinte. Se houver muita publicidade no meio dos posts, e começar a achar que é uma perda de tempo estar "ali", começo a visitá-los menos vezes. Simples, não?

7 comentários:

  1. É inacreditável. Escrevi isso mesmo na notícia(?) em questão, uma vez que aparentemente os comentários não são moderados nem há modo de denunciar abusos. A única solução parece ser a cara Bruxa Mimi transformar a criatura em sapo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelos comentários que escreveste no artigo. Eu até pensei escrever algo do género, mas depois acabei por me esquecer.

      Eliminar
    2. Esqueci-me de dizer que adoraria transformar a criatura em sapo, mas como não sei quem ela é, não o posso fazer! ;-)

      Eliminar
  2. Pois... vim aqui parar depois de ler os comentários ao artigo da NM. Evidentemente, quem for atento percebe a "usurpação". É este o preço a pagar pela "liberdade" deste meio que é a Internet e coiso. Bom dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário. Pois, talvez tenha razão...

      Eliminar

- Posso fazer o meu comentário?
- Claro que sim, mas tendo cuidado com a linguagem.
Obrigada!